segunda-feira, 4 de fevereiro de 2013

Ensina a Criança



Que diferença no ensino dos filhos deve haver entre os cristãos e a sociedade ?

Educa a criança no caminho em que deve andar , e até envelhecer não se desviará dele. Pv 22.6

Em cima deste conselho , instrução de sabedoria, podemos sem nenhuma duvida retirar valioso ensino para os nossos filhos nos dias atuais. Algumas verdades devem ser realçadas para podermos compreender o que essa instrução nos remete.

Primeiramente devemos entender que a educação de crianças cristãs não devem ser comparadas a uma competição ou disputa entre pais crentes e descrentes ,(no caso dos cristãos), devemos sempre ter muito claro que as crianças devem ser instruídas não para vanglória pessoal , ou como intuito de mostrar que somos melhores do que os descrentes, lembrem-se, tudo isso é pela graça de Deus, e para a glória de Deus, nós não devemos mostrar o ensino cristão para sociedade como molde de disputas psicológicas, de qual pai é melhor, ou mais bondoso, porque desta forma entraremos na mesma esfera de moralidade desfigurada em que a sociedade atualmente se encontra, o dever dos pais cristãos é com longanimidade e mansidão , exemplificar o motivo da educação cristã, mostrar maneira da educação cristã e o objetivo da educação cristã.

Precisamos em seguida diferenciarmos o que o texto relaciona com instrução, e o que nossa sociedade entende como instrução, esta diferenciação é vital para um real entendimento do texto e aplicação prática na vida das crianças. Somente desta maneira elas poderão desfrutar deste conselho de sabedoria, com a aplicação prática de seus pais, que devemter um relacionamento intimo com Deus e Sua palavra.

Quando falaremos sobre a causa, a maneira e o objetivo ,de modo nenhum conseguiremos ser exaustivos e nem determinar que tudo que falaremos é todo material que abrangem estas colocações, mas sim poder mostrar quais devem ser as características que devem permear a educação das crianças:

Exemplificar o motivo:

Devemos ter consciência de que as crianças nascem em pecado e são pecadoras, e isso fará muita diferença, porque os pequenos e insignificantes erros, como uma mentirinha e coisas do tipo, são pecados contra um Deus santo e é isso que as crianças devem aprender, desde pequenos, que todo pecado que cometem contra as pessoas , primeiramente cometem contra um Deus santo, a intenção deve ser de mostrar como o coração é enganoso e inclinado desde cedo contra Deus, por este motivo, porque todos nascemos mortos em delitos e transgressões, alheios a Deus,as crianças precisam saber e entender sobre isso.

Demonstrar a maneira :

As crianças precisam ser instruídas, a maneira como serão ensinadas fará muita diferença, em última instancia, se elas não obedecerem a seus pais que enxergam, como poderão obedecer a um Deus invisível? As crianças devem desde cedo aprender que devem viver para glória de Deus,  e uma vez entendendo isso, que devem fazer tudo em suas vidas para que Deus seja glorificado, é natural e óbvio que aprenderão a ter um caráter reto e honesto diante de Deus e da sociedade, não serão pessoas melhores para ganhar favor de Deus, honrarão a Deus com suas vidas e assim serão pessoas melhores para sociedade, a diferença parece sutil ,mas é muito grande, sem o manual apropriado para instrução, podemos ser inclinados a ensinar de acordo com a moda ou a cultura, e por termos este manual infalível , a bíblia, devemos conhecê-lo e apresentá-lo inteiramente a elas.

Qual o objetivo :

A causa última da vida das crianças deve ser ter comunhão com Deus e se alegrar nele eternamente, através da comunhão com Cristo desfrutar da vida eterna, vida eterna essa que é primeiramente a comunhão eterna com Cristo, confiança e deleite nele, aprender a reconhecer o estado em que se encontravam e o porque Cristo deve ser o motivo da mais alta adoração e deleite, de que adianta induzirmos nossos filhos a serem os melhores , mais inteligentes e ricos, sem Cristo em suas vidas? Não terá valido de nada, porque de que adianta ganhar o mundo inteiro e perder a sua alma?

Através destas colocações, o texto citado no inicio toma formato, podemos entender o que o verso fala com instrução, em contrapartida da sociedade. Devemos deixar claro que nossos filhos e filhas não são a realidade objetiva em si mesmos, existe uma realidade objetiva que governa todas as coisas fora deles, o Deus da bíblia, esta verdade deve ser escancarada e apresentada desde cedo, não devemos e nem temos o direito de procrastinar essas belezas, a beleza da glória do evangelho de Cristo, a verdadeira felicidade só será encontrada no verdadeiro caminho , Jesus Cristo, não teremos desculpas de nossos filhos conhecerem mais sobre as "curiosidades do mundo", do que do Senhor Jesus , eles entenderem mais de matemática do que de teologia.

Deixemos de lado o entendimento de que ser bons pais está relacionado somente com ensinar boa conduta e conforto a nossos filhos, toda essa moralidade sem Cristo, não passará de palha , pronta para ser queimada, porque sem Cristo ninguém  poderá ser desculpável diante de Deus, não sejamos pegos envergonhados naquele dia, de que tudo que fizemos por nossos filhos foi desperdício , de que nada mais foi do que uma casa edificada em cima da areia.

Que possamos quando questionados qual a diferença entre a a maneira como ensinamos e a maneira de que o mundo ensina, tenhamos muito claro que não são os nossos méritos que farão a diferença, sempre tenhamos prontamente a resposta de que é a cruz que separa o ensino , é o evangelho, não nós, que é poderoso por si próprio, a ponto de penetrar no mais intimo,  toda base da instrução estará firmada em uma rocha inabalável que nada pode destruir, através de Cristo e para glória de Deus.

Soli Del Gloria

Guinho

Nenhum comentário:

Postar um comentário