segunda-feira, 18 de junho de 2012

Vigiando no caminho


http://3.bp.blogspot.com/-gVMRRlkAze0/T7vGvm-obeI/AAAAAAAAC5U/Ge1jQX8kr1Y/s1600/www+caminho.jpg


E tudo o que fizerdes, seja em palavra,seja em ação, fazei em nome do Senhor Jesus, dando por ele graças a Deus Pai. Colossenses 3:17

Um temente homem de Deus, tem como característica principal, a gloria de Deus e gozá-lo para sempre, seu coração regenerado, ainda luta contra os resquícios da iniquidade e pecado em seu íntimo, como a ferrugem que existe por causa do ferro, assim ainda reside o pecado, embora os crentes não sejam mais seus servos.

Ele deseja glorificar a Deus com sua vida e fica profundamente triste e arrependido quando não consegue, o texto nos mostra que devemos ir adiante de meras palavras, todavia até mesmo nelas devemos dar graças, nossa língua deve ser um manancial de vida, não de morte, a palavra tudo, emprega a totalidade nesse caso, sem distinção ou exceção, que seja total em nossa vida, particular ao exemplo de amor em Cristo, porque se amamos guardamos seus mandamentos. (Jo 14:21)

Dessa maneira, nosso coração será fonte transbordante de palavras de vida, estas, frutos da leitura e meditação da fonte primaria, que é a bíblia, porque de nada adianta palavras sem sintonia com as escrituras, devem ser palavras de vida edificantes, tendo consciência que a exortação, instrução e conselho, precedem uma língua que fala das grandezas de Cristo.

Não obstante disso, somos criaturas feitas à imagem e semelhança de Deus, então nosso falar não é a finalização total de nosso ser, antes devemos também dar graças pelas atitudes, e embora sejam exauridas de provação, continuemos dando graças, porque a provação faz parte do crescimento espiritual, para que não nos contentemos em permanecer fracos e esqueléticos espiritualmente, separando de nosso ser apenas o que convém, esquecendo que Cristo foi um homem de dores. (Is 53.3)

Que possamos realmente dar graças a Deus através de nosso senhor e salvador Jesus Cristo, façamos com genuína gratidão, clamando pela divina sabedoria, louvando a Deus e suplicando por todos os santos (Ef 6:18), estes separados por Deus, segundo seu propósito para serem irrepreensíveis diante dEle, a fim de que sejamos uma família arraigada, firmada, e regado em Cristo.

Continuemos dando graças a DEUS , em tudo!

Guinho

Nenhum comentário:

Postar um comentário