sábado, 14 de abril de 2012

Uma nova oração


http://1.bp.blogspot.com/_f-UPsCIwXmI/TU8cgSwGJoI/AAAAAAAABLc/edio77235tI/s1600/palhaco+blog.jpg


Fico perplexo e triste, ao mesmo tempo, tenho por certo que os cristãos tem que continuar combatendo o bom combate que lhes foi proposto, lutando contra todo tipo de ensinamentos que contradizem as escrituras, tendo tolerância com as coisas quais se pode ter, e isso nem sempre é fácil, é necessário muita sabedoria, que em submissão pedimos no modelo da oração que Jesus nos ensina, não como um método repetitivo e sim uma maneira de entendermos como falarmos, porém com muita frequência, vemos sendo germinadas nas igrejas principalmente “evangélicas”, se assim podemos chamá-las, um grande câncer, que vem assolando os corações dos fieis, que buscam cegamente por confiança cega e pela falta de conhecimento das escrituras, não buscam uma base firme de conhecimento, preferindo continuarem com leite ao invés de alimento sólido, e passam sua vida inteira, procurando ser moralmente cristãos.

Pouco distante disso, esses líderes e ministros que se chamam ate mesmo de apóstolos, não se enganem, que de Deus não se escarnece, não se zomba, e nada permanece obscuro e escondido de suas vistas, por mais que pareça lindo e agradável diante de seus olhos corruptos, a justiça do Senhor com certeza não será abreviada e nem diminuída, para esses que manipulam a sua santa palavra, para benefícios próprios e inescrupulosos.

Destaco que hoje o ensinamento sobre oração aos cristãos nas igrejas, não é o padrão da que Jesus ensinou, do Pai nosso, é sim a oração do “filho nosso”, que tem como objetivo exaltar mais a criatura que o criador, geralmente se segue assim: Filho nosso que esta na terra, seja feita tua vontade tanto na terra como no céu, o pão meu de cada dia, determino e tomo posse, afinal sou a fonte de toda existência, venha meu reino, afinal de contas sei o que é melhor para mim, perdoarei a quem achar que devo perdoar, afinal de contas existem coisas que não podemos esquecê-las, e se por acaso cairmos em tentação, não tem problema nenhum porque é importante aproveitarmos tudo que nos esta disposto aqui nessa terra, porque afinal de contas estamos no mundo para isso, aproveitar, e não fazer o mal.

Essa é a deprimente, abominável, anátema e repugnante oração, que muitas pessoas tem feito e ensinado a fazer, as cópias de templos, palácios monumentais, e a determinação de posse, são apenas a ponta de um iceberg, que mostra o total descaso com o evangelho de Cristo, ensinam que cristão bem sucedido financeiramente é cristão abençoado, onde a bíblia nos garante riqueza acima de santidade? Pelo contrario ela afirma que quem quer ser amigo do mundo é inimigo de Deus, (Tg4: 4) que quem quiser ganhar a sua vida deverá perdê-la.

O cristão de hoje não é ensinado sobre perder, não é ensinado que dar é melhor do que receber que perder é lucro, por amor a Cristo, é isso que você tem recebido no lugar que congrega? Ou você tem sido ensinado que se não prospera e não fica rico é porque não esta sabendo lutar? Se for isso corra, corra imediatamente desses antros, onde só estão preocupados com a mercantilização da palavra, e corrompem sem piedade os ensinos que tantos morreram para defender, caso você também esteja procurando um local onde lhe ensinara a oração do “filho nosso”, e quer cura instantânea e mágica, reconsidere, reconheça e se arrependa disso, antes que seja tarde, porque você não esta procurando o Deus, que cura almas, você procura a cura momentânea, e não esta interessado no evangelho de Cristo, por salvar sua alma da perdição eterna, esta interessado sim, em não passar por nenhuma dor e sofrimento nessa terra, definitivamente não esta aprendendo sobre o verdadeiro evangelho e tão pouco procurado por aprender-lo.

Lembre-se que de maneira nenhuma Jesus joga fora, os que vêm a Ele (Jo6: 37), então sejamos esses, que se chegam desesperados pela cura da alma, buscando a Ele e seu Reino, para que possamos sentir o quanto é bom e agradável, viver na presença de um Deus vivo, e rejeitemos toda imundícia e podridão que tentam incessantemente destruir a Sã doutrina, enganando aqueles que não têm interesse nela, e somente buscam conforto temporário, lutemos e defendamos a verdade, sabendo que ela sempre será atacada, e não será diferente em nossos dias, mas uma coisa tenha por certo, a verdadeira Igreja, ela é indestrutível, porque ela é a noiva de Cristo.

Glorias a Deus

Guinho

Um comentário:

  1. aprendi que realmente o que devemos buscar é DEUS em primeiro lugar,

    ResponderExcluir