sábado, 5 de novembro de 2011

Quanto o Senhor quer do nosso dinheiro?


http://thumbs.dreamstime.com/thumblarge_204/1194464933b9Ucqs.jpg


Muitas vezes escutamos sobre a quantia que devemos doar, dar, entregar, ofertar , contribuir e tantas outras maneiras de falar.
Também é comum escutarmos pela obrigação de se dar no templo "igreja", ou se deve ser dado para pessoas necessitadas, ou tantas outras situações:

Colocarei duas situações que definirão bem todos esses casos:

Lucas 21.1-4 e, olhando ele, viu os ricos lançarem as suas ofertas na arca do tesouro;
e viu também uma pobre viúva lançar ali duas pequenas moedas;
e disse: em verdade vos digo que lançou mais do que todos, esta pobre viúva;
porque todos aqueles deitaram para as ofertas de deus do que lhes sobeja; mas esta, da sua pobreza, deitou todo o sustento que tinha.

A mulher viúva não podia trabalhar, dependia das esmolas dos seus parentes e amigos, e quando se fala que ela deu duas pequenas moedas, (referentes a um quarteto que seriam uma parte das 64 partes que constituíam um denário, que por sua vez constituía um dia de trabalho) trocando por moeda dos nossos dias atuais ela deu em torno de R$ 0,05 centavos .
Jesus se agradou de seu desprendimento, não por valores e sim pelo coração.

João 12.1-3 foi, pois, Jesus seis dias antes da páscoa a Betânia, onde estava lázaro, o que falecera, e a quem ressuscitara dentre os mortos.
Fizeram-lhe, pois, ali uma ceia, e marta servia, e lázaro era um dos que estavam à mesa com ele.
então Maria, tomando uma libra de balsamo de nardo puro, de muito preço, ungiu os pés de Jesus, e enxugou-lhe os pés com os seus cabelos; e encheu-se a casa do cheiro do unguento.

Este nardo puro que Maria ungiu os pés de Jesus, era o equivalente a 300 denários que conforme vimos antes, um denário era equivalente a um dia de trabalho, então ela deu o equivalente a um ano de trabalho, sem hesitar, porque ela amava Jesus e queria dar o melhor por ele.

Vemos claramente dois contrastes com o dinheiro:
1- A viúva não deu quase nada , mas deu de todo seu coração,no templo
2- Maria deu muito, também de todo coração, porem não foi no templo e nem em dinheiro vivo.

Fica claro que o que realmente importa é o desprendimento do coração, deus não olha quantia e local e sim sonda os corações!!
Ele quer que todo ato com dinheiro seja movido pelas motivações corretas e não por obrigações impostas!

Agora pergunto, amigo cristão:
1- Você da pouco porque é o que seu coração esta disposto a oferecer?
2- Você da muito porque é obrigado, ou para aparecer?
3- Você contribui com seu melhor seja pouco, ou seja muito, mas com o coração alegre louvando ao senhor, como o coração dessas duas mulheres?

Escolha a qual das três você quer se encaixar? Isso se você se encaixa em alguma delas!

Glorias a Deus

Guinho

2 comentários:

  1. Concordo, qualquer coisa que vamos fazer para o Senhor tanto envolvendo dinheiro ou não deve ser feito de coração e não como uma obrigação ou com outra finalidade que não seja para o Senhor, afinal Deus vê os nossos corações não há como O enganar.

    Deus abençõe.

    Gui

    ResponderExcluir
  2. Realmente tudo o que fazemos deve ser de coração e com alegria, e não por obrigação...Deus nos conhece e sabe que qualquer coisa que for dado se não for relamente de coração não há valor algum...Ótimo texto Guinho. Fiquem com Jesus...

    ResponderExcluir