terça-feira, 11 de outubro de 2011

Eu mato e Eu faço viver



Cura-me, SENHOR, e serei curado. Jeremias 17.14 Tenho visto os seus caminhos e o sararei.

Isaías 57.18


É uma prerrogativa de Deus remover enfermidades espirituais. As doenças físicas podem ser curadas pelos homens, contudo, ainda quando isto acontece, toda a glória deve ser tributada ao Senhor. Ele dá sabedoria aos médicos para utilizarem os remédios e outorga ao corpo humano poder para repelir a doença.


No que se refere à nossa enfermidade espiritual, o poder de curar permanece completa e exclusivamente com o grande Médico. Ele o reivindica como seu direito: "Eu mato e eu faço viver; eu firo e eu saro" (Deuteronômio 32.39). Um dos nomes de nosso Senhor é "Jeová-Rapha", o Senhor que te sara (ver Êxodo 15.26). "Curarei as tuas chagas" (Jeremias 30.17) é uma promessa que não pode vir do homem, e sim unicamente dos lábios do Deus eterno. Por essa razão, o salmista clamou ao Senhor: "Sara a minha alma, porque pequei contra ti" (Salmos 41.4).


O crente piedoso louva o nome do Senhor, declarando: "Ele é quem... sara todas as tuas enfermidades" (Salmos 103.3). Aquele que criou o homem pode restaurá-lo. O Criador de nossa natureza pode fazê-la novamente. Não importa qual seja a sua enfermidade espiritual, este grande Médico pode curá-lo. Ele é Deus — não há limites para o seu poder.


Venha, então, com os olhos cegos do seu entendimento; venha com os pés mancos de energia desperdiçada; venha com as mãos mutiladas de fé fraca, com o ardor de um temperamento irado ou com a enfermidade do desânimo angustiante. Venha como você está, pois Deus restaurará a sua saúde. Nada pode restringir o poder curador que flui de Jesus, nosso Senhor. Legiões de demônios têm atacado o poder deste Médico amado, contudo, em nenhuma ocasião Ele foi vencido. Todos os seus pacientes foram curados no passado e o serão no futuro.

Charles H. Spurgeon

[Via]

Nenhum comentário:

Postar um comentário