sexta-feira, 27 de abril de 2018

A identidade do Cristão



                                                           



                    

Todas as pessoas são reconhecidas por sua identidade. Em um âmbito legal, a identidade é o documento que você porta, afirmando os dados sobre quem você é.

Normalmente, sua identidade será a maneira de você ser identificado, por seu nome, seu sexo, sua filiação(pai e mãe), sua cidade natal… a maneira de como você pode exigir os cuidados sobre sua saúde através dos convênios...

Poderíamos dizer que a sua identidade revela aspectos peculiares sobre sua pessoa, seu registro de quem você é.

Para o cristão, a identidade diz também muitas coisas a respeito sobre você…

*Primeiramente ela diz algo sobre sua  natureza (1 Co 15:22): Pois, da mesmo forma que em Adão todos morrem, em Cristo todos serão vivificados.

 Você tem uma nova natureza, porque você está unido a Cristo! Todos os benefícios de Cristo são compartilhados com você!

*Sua nova identidade lhe dá o direito de ser declarado justo (Rm 8:1): Portanto, agora já não há condenação para os que estão em Cristo Jesus.

   Você não é mais inimigo de Deus, você passa agora a ser declarado como justo (sem condenação) no tribunal de Deus.

* Sua nova identidade conta de sua filiação ( João 1:12): Contudo, aos que o receberam, aos que creram no seu nome, deu-lhes o direito de se tornarem filhos de Deus.

Afinal em Cristo você é adotado por Deus, passa a se tornar filho tendo Jesus como seu irmão mais velho e Deus como Pai! Você pode chamar a Deus por seu pai,amoroso, cuidadoso,zeloso! O Deus do universo é seu Pai e você pode se achegar a Ele como filho!

*Sua nova identidade revela sua segurança (Rm 8:38-39): Pois estou convencido de que nem morte nem vida, nem anjos nem demônios, nem o presente nem o futuro, nem quaisquer poderes, nem altura nem profundidade, nem qualquer outra coisa na criação será capaz de nos separar do amor de Deus que está em Cristo Jesus, nosso Senhor.

Pela certeza de que Sua união com Cristo lhe garante o cuidado do Pai, você não precisa andar inseguro e desconfiado quanto ao seu futuro...seu destino está assegurado e nada pode lhe tirar da mão poderosa de Deus...nem a própria morte. Em outras palavras, sua identidade em Cristo é a garantia de sua segurança…

*Sua nova identidade o lembra de sua liberdade (Rm 6:5-6): Se desse forma fomos unidos a ele, na semelhança da sua morte, certamente o seremos também na semelhança de sua ressurreição. Pois sabemos que o nosso velho homem foi crucificado com ele, para que o corpo do pecado seja destruído e não mais sejamos escravos do pecado.

 Por causa do entendimento de sua escravidão, agora o cristão entende de sua verdadeira e gloriosa liberdade. O cristão não precisa mais viver para alcançar salvação, seus méritos , sua boas obras são originadas em sua liberdade conquistada por Cristo.

*Sua nova identidade demonstra que ainda é incompleto (Fp 1:6): Estou convencido de que aquele que começou a boa obra em vocês, vai completá-la até o dia de Cristo Jesus.

Embora com as características definidas de sua união, de sua justificação, de sua adoção , de sua segurança, de sua liberdade a nova identidade demonstra que ele (Cristão) está em processo...um processo que dura a vida toda. No entanto, embora dura caminhada a garantia de chegada está em Deus, não nele mesmo!

Existe uma identidade que apenas o identifica para o mundo, que mostra sua existência, que informa sua filiação, que é a realidade de sua existência no mundo!

No entanto,existe uma identidade que pertence aos eleitos, que através da união com Cristo demonstra novas características de uma identidade que dura para eternidade. Essa nova identidade só pode ser desfrutada pelos cristãos, aqueles que verdadeiramente estão unidos a Cristo.

Porque Dele por Ele e para ele são todas as coisas!



Em Cristo 
Guinho



terça-feira, 31 de janeiro de 2017

As Marcas do Cristão que Vence o Mundo - 1João 5.1-5


terça-feira, 24 de janeiro de 2017

Os Resultados da Salvação - 1João 4.17-21


quarta-feira, 18 de janeiro de 2017

O Custo de Ser Cristão - Lucas 14.25-35